Conheças os principais tratamentos para dores na coluna - Dr. Guilherme Meyer

Conheças os principais tratamentos para dores na coluna

trata_colunas2

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% da população mundial sofrerá ao menos um episódio de dor nas costas (dorsalgias). A recorrência também é bastante frequente. Isso faz desse problema um dos três motivos mais frequentes de visita ao médico.
No entanto, a maior parte dos casos de dor nas costas não representa uma doença grave. Geralmente, são dores de curso benigno, com rápida recuperação e melhora com tratamentos e medidas simples.
Cirurgias ou tratamentos mais complexos são uma exceção.

Veja a seguir quais são os principais tratamentos para dores na coluna:

Medicamentos
Alguns medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares, que não necessitam de prescrição médica, podem ser administrados entre três a cinco dias seguidos. Mas, se mesmo assim as dores não passarem, os médicos podem recomendar remédios mais fortes.
Fisioterapia
Dentro da fisioterapia encontramos medidas de controle da dor (analgesia) e medidas de prevenção de novos quadros. Calor local, massagem, manipulações da coluna e alongamentos estão entre as medidas analgésicas. Os exercícios de fortalecimento da musculatura do tronco são importantes na prevenção de novas crises de dor.

RPG

A Reeducação Postural Global, ou RPG, é uma técnica de fisioterapia desenvolvida para o tratamento das dores com origem em desvios posturais. A consciência corporal, correção de vícios posturais e o fortalecimento de grupos musculares específicos constituem as bases dessa modalidade.

Acupuntura

A acupuntura é uma técnica tradicional da medicina oriental. Ela envolve a inserção de agulhas muito finas em pontos específicos, conforme determinado pelos mapas tradicionais chineses do fluxo de energia do corpo. É uma técnica muito utilizada no tratamento de diversos tipos de dor.

Exercícios físicos – Muitas pessoas que sofrem de dores na coluna acreditam que ao se movimentarem irão prejudicar a coluna ou atrasar a recuperação. Porém, permanecer ativo é uma das melhores recomendações existentes para prevenir um quadro de dor relacionado à coluna. Durante uma crise de dor intensa é necessário fazer uma pausa nos exercícios. Mas, o retorno às atividades de baixo impacto deve ser encorajado assim que possível. Um programa de exercícios pode ajudar na flexibilidade da coluna e a fortalecer os músculos que a suportam. Atividades que envolvem torção e flexão excessivos ou de impacto e muita carga devem ser evitadas.

Infiltrações – Atualmente, as infiltrações são uma ótima ferramenta no arsenal diagnóstico e terapêutico de dores relacionadas à coluna. Oferecem poucos efeitos adversos e podem trazer ótimos resultados em situações específicas.

Cirurgia – A cirurgia da coluna constitui uma excessão no tratamento das dores relacionadas à coluna. Entretanto, sua popularidade vem crescendo graças à melhora nos resultados e a procedimentos mais seguros. As técnicas minimamente invasivas evitam lesões em tecidos saudáveis tornando a recuperação mais fácil.