Hipercifose relacionada à idade

corcunda

A hipercifose relacionada à idade é uma curvatura exagerada da coluna torácica, popularmente conhecida como corcunda de viúva. Essa condição, comum entre idosos, prejudica a mobilidade e aumenta o risco de quedas e fraturas.

São varias as causas do aumento da curvatura da coluna no idoso: doença degenerativa do disco, osteoporose, fraturas com redução da altura das vértebras, doenças neuromusculares e fatores genéticos.

Geralmente, quem sofre com a hipercifose:

– Apresenta dor intermitente em sua parte média e/ ou superior das costas – essa dor pode piorar depois de atividades que envolvem torção, flexão ou arqueamento para trás
– Tem dificuldades para se levantar da cadeira ou da cama
– Caminha mais devagar
– Sente-se sem equilíbrio ou perde o equilíbrio com frequência
– Sente-se mais cansado do que o normal
– Tem dificuldades para respirar (em casos mais severos)

Diagnóstico

O diagnóstico de hipercifose torácica pode ser estabelecido por meio de exame clínico e confirmado por exames de imagem.

Tratamento

O objetivo principal do tratamento para pacientes com hipercifose é melhorar aspectos posturais, além de melhorar a função e diminuir a dor. O reconhecimento e o tratamento da hipercifose podem contribuir para reduzir o risco de quedas, fraturas e limitações funcionais.

Os pacientes com essa condição podem ser tratados com a fisioterapia, técnicas de correções posturais, como RPG (Reeducação Postural Global) e, em alguns casos, pode-se usar coletes.

A cirurgia raramente é recomendada, mas pode ser considerada nas seguintes situações: quando a coluna é severamente curvada; se a condição está causando problemas neurológicos; ou se a dor é muito forte e os tratamentos não cirúrgicos não estão ajudando.