Cervicalgia


Introdução

Dor no pescoço, nos ombros, na cabeça e dificuldade de movimentar o pescoço para os lados, ou para frente e para trás são sintomas clássicos da cervicalgia, conhecida popularmente como torcicolo, uma das queixas mais comuns de dor na coluna. A má postura é a principal causa das dores na região do pescoço. Entretanto, desgaste nas articulações como a osteoartrite, problemas na mandíbula, lesões causadas por acidentes, hérnia de disco, ler na cama e mascar chiclete também podem causar a cervicalgia.

A coluna vertebral é responsável pela sustentação de todo o corpo humano. Ela se divide em região cervical (cabeça e pescoço), região torácica (do pescoço até o meio das costas) e lombar (meio das costas até o final da coluna).

O pescoço (região cervical) é a parte mais flexível da coluna. As vértebras localizadas nessa área atuam absorvendo o impacto e mantendo a coluna alinhada. É uma região rica em terminações nervosas que se ramificam para o pescoço, braços e mãos. Sendo assim, muitas vezes a cervicalgia pode comprometer os membros superiores, causando dor e desconforto.

A cervicalgia é uma das queixas mais comuns quando o assunto é dor na coluna. Em geral, os sintomas costumam melhorar em poucos dias ou semanas. Entretanto, algumas pessoas evoluem para a dor crônica, com mais de 2 meses de duração. Sem tratamento, além da dor podem surgir a perda da mobilidade, deformidades e, em quadros mais graves, a redução da sensibilidade dos membros. Na experiência clínica, a má postura é a principal causa da cervicalgia. Isso porque no dia a dia, mesmo sem perceber, adotamos alguns hábitos posturais incorretos. O uso do computador é um verdadeiro vilão da boa postura, assim como ler na cama, ficar muito tempo na mesma posição, dormir em uma posição inadequada, com um colchão e um travesseiro inadequados, carregar pesos de um lado só dos ombros, etc.

Fique atento aos sinais e sintomas da cervicalgia:
- dor aguda na região dos ombros e pescoço
- dificuldade de girar o pescoço ou virar a cabeça
- dor que piora durante o dia e fica mais intensa durante a noite
- formigamento nos braços, mãos e/ou nas pernas
- fraqueza nos braços e nas mãos
- cansaço e perda de peso

Dicas de prevenção
- tente manter o pescoço em posição neutra sempre que possível, ou seja, não coloque o pescoço para trás ou para frente por muito tempo
- deixe a coluna reta sempre que possível
- a cada 50 minutos sentado ou deitado, fique 10 em pé
- se tem o hábito de ler na cama, use um travesseiro próprio para isso
- na hora de dormir, escolha um travesseiro que deixe o pescoço alinhado com a coluna, em posição neutra
- verifique se o colchão está adequado para seu peso e altura