Text Neck: conheça essa síndrome postural que ameaça a coluna - Dr. Guilherme Meyer

Text Neck: conheça essa síndrome postural que ameaça a coluna

text neck

Ler ou digitar por muito tempo no celular ou tablet pode gerar dores crônicas no pescoço; saiba como evitar o problema

Os tablets e os smartphones estão cada vez mais presentes no dia a dia. Difícil imaginar alguém que não use esses aparelhos com frequência, não é mesmo? Embora sejam tão úteis e práticos, eles podem trazer consequências à saúde e, em especial, à coluna cervical.

A chamada Síndrome Text Neck tem se tornado uma epidemia no mundo todo. Caracterizada por dores na região do pescoço e da cabeça, a condição se relaciona à inclinação excessiva da cervical ao ler ou digitar no celular e em outros aparelhos, como os notebooks, por longos períodos de tempo.

Obviamente, essa postura de dobrar o pescoço não acontece só ao usarmos esses equipamentos. Quando lemos um livro, também olhamos para baixo. O problema é que com o celular ou o tablet, por exemplo, acrescentamos uma atividade a mais que nos deixa nessa posição e – na maioria das vezes – por muito tempo.

Pesquisa avalia sobrecarga à coluna

Uma pesquisa norte-americana publicada na revista Surgical Technology International mensurou os impactos da sobrecarga da cabeça à coluna. De acordo com os pesquisadores, a cabeça de um adulto – que geralmente pesa de 4,5 a 5,5 quilos – ao ser inclinada para frente, passa a ficar mais pesada, sobrecarregando os músculos e os tendões da cervical.

O estudo mostrou que flexionar a cabeça em um ângulo de 15º eleva a sobrecarga do pescoço para 12 quilos; se for inclinada em 30º, seu peso passa a equivaler a 18 kg; em 45°, a 22 kg; e em 60°, a 27 kg. Ou seja, quanto maior a inclinação da cabeça, maior será a sobrecarga – o que pode causar desgaste precoce e degeneração das estruturas da coluna cervical.

Sinais da Síndrome Text Neck

Dor persistente no pescoço
Espasmos musculares agudos e severos nas costas
– Dor no ombro, que possivelmente pode resultar em espasmo muscular.
– Se um nervo da cervical ficar comprimido, a dor pode se irradiar para o braço e mão.
– Dores de cabeça

Você sabia?

A média de tempo que os brasileiros passam no celular é a mais alta do mundo: cerca de 4,5 horas por dia, de acordo com um levantamento da empresa de estatísticas Statista. China, Estados Unidos e Itália vêm em seguida no ranking.

Como prevenir

– Segure o celular ao nível dos olhos o máximo que puder. O mesmo vale para todas os outros equipamentos: notebooks e tablets também devem ser posicionados de modo que a tela fique ao nível dos olhos e você não precise inclinar a cabeça para frente ou olhar para baixo para visualizá-la.

– Faça pausas frequentes do uso do celular ou notebook ao longo do dia. Por exemplo, defina um temporizador ou alarme que o lembre de se levantar e andar a cada 20 a 30 minutos.

– Se você trabalha em escritório, certifique-se de que a tela do computador esteja configurada de modo que, quando olhar para ela, esteja olhando para frente, com a cabeça posicionada de acordo com seus ombros e coluna.

É importante ressaltar que a Síndrome de Text Neck é um problema relativamente novo e ainda requer estudos biomecânicos mais detalhados e aprofundados para entender melhor o mecanismo de lesão.

De qualquer modo, é importante se atentar à ergonomia e às posturas adequadas durante o uso de equipamentos digitais e também em qualquer outra atividade do dia a dia. Afinal, a prevenção é sempre o melhor caminho a seguir.